Erva cidreira – a erva que acalma e relaxa

Nome popular: Melissa, erva-cidreira, cidreira, alecrim-selvagem, salva, capim-cidreira etc.

Nome científico: Tem a espécie Melissa officinalis, a Melissa officinalis Aurea (forma matizada da planta) e a Lippia alba (chamada Melissa selvagem).

- Origem

Ela tem origem Europeia, a espécie original dela (Melissa oficinallis). Já a chamada “falsa Melissa”, é originária da região que corresponde da América central até América do sul.

Dizem que existe variações dessa planta que são nativas da Ásia.

Ela é chamada Melissa porque é derivada da palavra “botânica”, referente a “Mel de Abelha”, só que em grego, pois a planta tem características doces nos óleos voláteis.
É uma planta conhecida pelo seu poder relaxante/revigorante no organismo, e muito agradável de se usar, principalmente o seu chá.

- Características

Suas folhas podem ser confundidas com espécies de hortelã (veja hortelã/menta) mas o que diferencia é que a Melissa tem um gosto mais cítrico e aroma de limão.
É uma planta que dá flores brancas geralmente no verão, que atraem abelhas, mas existe uma lenda de que se colocar folhas da Melissa na colmeia, espanta as abelhas.
Cresce até 1 metro e meio (1,2 m). Já a outra espécie denominada Lippia alba cresce até 3 metros.
É perene e arbustiva.
Dá para se notar o aroma quando se chega perto de uma planta dessa.
Como ela é arbustiva, quando se vê a planta adulta ao longe, dá pra ver o aspecto arredondado da planta parecendo-se um arbusto. Ela ainda se espalha por 50 cm.
O aspecto das folhas da Erva-cidreira é crespa, aveludada e serrilhadas/picotada ao redor.

melissa-erva-cidreira-1

Erva cidreira – Planta

- Partes usadas

Usa-se as partes aéreas (folhas), estas frescas ou secas, ou seus óleos essenciais (que são vindos dessas folhas) e inflorescências.

- Contra-indicações

Na Argentina, a espécie da Malva (Lippia alba), é usada como abortiva, mas a outra (Melissa oficinallis) não tem histórico de abortiva, mas deve-se usar com cuidado se estiver na gravidez ou amamentando. Necessário é consultar o médico.

- Interações medicamentosas

A espécie Lippia alba pode reagir com paracetamol, agredindo o fígado.
A espécie Melissa oficinallis não se tem histórico de interações, na literatura científica.

- Componentes

Óleos voláteis como o citronelol, citral e linalol.
Polifenóis, ácido rosmarínico, flavonoides, princípios amargos, carvona, limoneno, mirceno, geraniol, nerol, entre outros.

- Comprar e guardar

Compre as sementes e as plantas. Elas podem ser compradas em viveiros especializados ou pela internet.

Se quiser secar as folhas, pendure-as em um local sem sol, escuro e que não seja muito ventilado (tem que ser em local fechado).

Ao colher as folhas para usar elas frescas, use-as em 3 a 4 dias. Coloque em um saco plástico e guarde na geladeira para durar mais, e ela não se perca mais rápido.

Assim que elas secarem, amasse-as e guarde-as em um pote fechado, pois assim você pode usar em cerca de 6 meses.

- Sabor e aroma

Quando utilizamos a erva cidreira, notamos o seu cheiro de limão-mentolado. Diferente do limão, que é forte, ela tem um cheiro suave principalmente as folhas mais novas.

Melissa Erva cidreira com flores

Erva cidreira – Flores

- Ação no organismo

É uma planta conhecida por seu efeito sedativo e age diretamente no sistema nervoso-cérebro, acalmando-o.
Estudos feitos em ratos apontaram que o flavonoide encontrado nas folhas agiu como potencial sedativo.
Também foi notado atividade analgésica, (diminui dor) em ratos.
Tem ação no tratamento para Herpes.
Antidepressiva, apesar de fazer acalmar.
Age no sistema circulatório como vasodilatadora, melhorando a circulação.
Antiviral e bactericida.
Ainda melhora a digestão.

- Usos medicinais

Chá de erva cidreira

Erva cidreira – Chá

Chá de erva cidreira

(Chá Relaxante com Erva cidreira e mel)
Para tratar depressão, doenças nervosas e do cérebro, estresse, esgotamento mental, indigestão, vontade de vomitar, fraqueza, insônia e dor (até pra dor de dente).

Faça uma infusão/chá com as folhas frescas e secas misturadas, pra ser mais forte (aprenda aqui como fazer uma infusão)
(coloque mais água se for servir para crianças).

Caso queira que o efeito seja mais forte, faça uma tintura com as folhas frescas  da erva cidreira (aprenda a fazer tintura).

- Erva cidreira para emagrecer

Na combinação de limão com erva cidreira, foi notado ação emagrecedora, segundo estudos científicos. Então pode usar a cidreira para emagrecer seguramente.

- Na culinária

Pode ser combinada com bergamota (a erva, veja aqui), erva doce, endro, hortelã que é sua prima, entre outras.

Pode ser usada em pratos exóticos que levam ovos, figos, abobrinha, cogumelos, queijos etc.

A erva cidreira não tem muitos usos na culinária. Ela é mais usada para fazer chá, então podemos usar elas misturadas em bebidas para dar um toque cítrico ou para aproveitas sua ação calmante no organismo.

Pode adicionar a peixes e carnes para dar um leve toque cítrico.

Utilize também as folhas novas em saladas.

Pessoas as usam para fazer manteiga ou vinagres.

Erva cidreira com peixe

Peixe com Erva cidreira

- Como plantar

Plante a partir de sementes ou propagação (veja como propagar uma planta aqui).

Plantar em solo úmido, bem drenado e de preferência rico em composto orgânico. Se o solo for pobre, ela também cresce sem problemas.

Regue com frequência.

Plantar em sol direto ou na sombra.

Plantar na primavera ou no outono.

Após ela dar flores, pode a planta para estimular seu crescimento, assim elas vão continuar saudáveis. Também a poda serve para controlar o crescimento, porque se deixar, ela cresce demais.

Caso possa escolher, plante em vaso, é melhor.

Pode dividir a raiz quando ela ainda está nova, para plantar em outros locais.

Para colher as folhas, prefira quando a planta der as flores (as flores dela são amarelas ou brancas).

Comentários no Facebook

comments

Fale o que pensa!