A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Babosa – Pra quê serve?

A Babosa também pode ser utilizada como alimento, ainda que as pessoas não utilizem ela para isso. Por exemplo: Pessoa que tomou o suco da Babosa, dispensou café da manhã por estar com o organismo nutrido. Então se você decidiu tomar o suco da Babosa a fim de ficar curado de alguma doença ou até mesmo para prevenir, saiba que a Babosa também é alimento e vai te servir de suplemento alimentar.

aloe-vera

Enzimas, vitaminas, polissacarídeos, monossacarídeos, éter, álcoois, óleos, minerais, metais, aminoácidos, proteínas etc. são encontrados na Babosa. Esses elementos são úteis e essenciais no organismo, por isso o sentimento de “barriga cheia” quando tomamos o suco.

Mesmo com comprovação científica de que a Babosa é sim um vegetal que contém mais de 300 elementos farmacêuticos, ainda há pessoa, teóricos, estudiosos que dizem o contrário, que a Babosa é apenas um vegetal sem essa riqueza de substâncias benéficas.

Algumas pessoas dizem que a Babosa não é rica nessas substancias e que as pessoas que foram curadas depois de tomar a Babosa, foram curadas por causa do “psicológico”, por causa de sua fé, e não por causa da Babosa.

Cientistas vindos do estrangeiro, vinham para a Amazônia antigamente estudar as plantas a fim de conhecer seus efeitos fitoterápicos.

Japoneses registraram a Espinheira-Santa e produziram remédios derivados dela. A Espinheira-Santa não vinga no Japão, mas eles pegam aqui a matéria-prima para fazer uso lá.

Já o cogumelo Agaricus, no livro A solução para o câncer, um japonês chamado Takashi Mizuno mostrou que o cogumelo é inibidor do câncer em 99,4%.

A Quebra-pedra foi provado que era uma planta que quando consumida vai corroendo as pedras, os cálculos renais, reduzindo o seu tamanho para sair pelo via de excreção.

Sobre 

Adoro escrever sobre as plantas e a natureza. Sou estudante de Ciências Biológicas.

    Me encontre em:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter

Comentários no Facebook

comments

Fale o que pensa!